É simples contar uma história?
contar uma historia meu estudio

A resposta é: não. Mas a coisa tampouco é assim complicada. Ter ideias brilhantes pode ser um talento daqueles que não conseguimos desenvolver, mas que nos acompanham desde o nascimento; para contornar isso, pode-se, sim, aprender a organizar os pensamentos e daí tirar uma ideia não só relevante quanto ao conteúdo mas também no que diz respeito a forma.

Não somos donos de nenhuma verdade, mas podemos lançar mão de alguns anos de experiência (e mais um tanto de pesquisa em uma das fontes com maior credibilidade no mundo do storytelling e das animações, a PIXAR) para listar alguns pontos – ou dicas, se preferir – aos quais se atentar na hora de tirar sua ideia da cabeça e fazê-la interessante para o público seja em uma apresentação, um vídeo, um desenho…

1 – Tenha um bom motivo para contar sua história
Este é, talvez, o ponto principal. Ter em mente que alimenta sua história e o que faz querer contar essa história.

2 – Defina o que é essencial na sua história e encontre a forma mais objetiva de apresentá-la
Você consegue resumir sua mensagem em uma frase? Se a resposta for sim fica muito mais fácil desenvolver o corpo que a envolverá.

3 – Escolha argumentos pertinentes para envolver sua história
Falando em envolver sua mensagem, é preciso fazê-lo com argumentos que tenham conexão com o principal. De outra forma, perder-se é fácil.

4 – Se sua história tiver um personagem, ele/ela deve se tornar admirável pelas tentativas e não apenas pelo sucesso
Todos queremos ver o(a) protagonista triunfar (ou falhar, depende…), mas a empatia que ele desperta no público vem sendo construída desde a primeira tentativa. Como seres humanos, nos identificamos não com o resultado, mas com o caminho, tentativas e erros, que nos levam até lá.

5- Não desvie do principal. Pode parecer que boas informações estão se perdendo, mas isso te trará mais liberdade
Mantenha o foco e não termine escravo de ideias que poderiam ser eliminadas sem prejudicar a essência do que você quer passar. Menos é mais.

6 – Se tiver um branco, liste o que você NÃO quer que aconteça na sua história
Às vezes é difícil decidir-se sobre o que dizer. Mais fácil é saber o que você NÃO quer dizer. Pode ser um bom ponto de partida.

7 – Não se acomode com sua primeira ideia. Tenha mais uma, e ainda outra. Fuja do óbvio e surpreenda-se
Ao contrário do que dizem por aí, parar e pensar antes de fazer qualquer coisa não dói nem um pouquinho.

Leave a Reply

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>