Is it too late now to say sorry?
Bieber_V2

Não vou dizer “precisamos falar sobre Justin Bieber”, mas a verdade é que precisamos, sim.

Chegar ao trabalho, conferir a agenda/cronograma, preparar um café, voltar à mesa, escolher um som de acordo com o humor do dia, colocar os fones de ouvido e tacar pau nesse carrinho.

Poderia ser o começo de só mais um dia de trabalho não fosse o fato de que, há pelo menos duas semanas, tudo o que soa nos fones de ouvido deste que vos escreve é “Sorry”, do astro teen – apesar dos 21 anos, ainda é teen, sim!

Em um primeiro momento, espanto total da companhia. No seguinte, uma pergunta bem pertinente e menos hater: e se ele realmente fez algo que me agrade? Pois é, ele fez. E não foi tão difícil assim reconhecer, ainda mais quando fiquei sabendo que a mente brilhante por traz da produção é Skrillex.

Mas o que mais me deixou vidrado na música, além da batida e da cadência viciantes, associadas a um refrão mais pegajoso do que os bordões da Inês Brasil, foi o lyric video lançado para divulgar “Sorry”. Ao contrário do que acontece com grande parte de vídeos com o mesmo propósito, o de “Sorry” é extremamente bem trabalho e encenado, com capricho especial nos efeitos de transição e uso criativo da tipografia que nos ensina a cantar com Justin.

A mente por trás do vídeo é Zach King que, como define a rede mundial de computadores, é uma celebridade do Instagram e personalidade consagrada do YouTube. Se você se viciar também, não me culpe. Nem se culpe.

**E aí que, por coincidência do destino, a Jout Jout também foi afetada por “Sorry”. Se quiser ver o que ela tem a dizer sobre o caso, clique AQUI.

 

**E aí que também tem essa versão aqui, ó:

Leave a Reply

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>