Um beijo!
JM

Mas não qualquer beijo. E menos ainda um daqueles beijos que demoram uma eternidade para acabar, porque o verdadeiro beijo nos faz esquecer segundos e minutos e querer curtir o que ele é por si: um beijo.

Imagine então aquele beijo, tão gostoso!, que parece sempre dado e recebido pela primeira vez. Ou aquele beijo que te faz esquecer se suas mãos abraçando quem está te beijando, assim como te faz esquecer de respirar. O VERDADEIRO beijo!

Troca de fluídos? Certamente. Mais ainda: uma troca química e enérgica! Porque um beijo é a forma mais honesta de troca; afinal, você não consegue dar um beijo sem receber outro, certo?

Pois é exatamente esse o sentimento que a gente do Meu Estúdio teve conhecendo você. Trocas de fluídos e experiências recíprocas, tudo ao mesmo tempo. Enquanto você se doava à empresa, tenha certeza de que a empresa se doava a você. Nos momentos de angústia e sofrimento, a gente sofria junto. Porque você, que é mais do que um colega de trabalho, é um amigo!, conseguiu deixar sua marca aqui dentro assim como nós sabemos que deixamos uma marca em você.

Mas voltando a falar sobre o beijo… E quando ele acaba? Quando ele acaba você abre os olhos e tem aquela sensação de sonho interrompido, de sentidos voltando a funcionar, de objetos, antes apenas pano de fundo, recobrando suas cores e formas e a realidade vindo à tona.

Nossa vida tem lugar para uma série de beijos como esse. Mesmo quando um beijo é maravilhoso, pode ser que encontremos outro melhor ainda. E sabemos também que podemos encontrar outros beijos que não correspondam às nossas expectativas… Mas é aí que está a graça: o inesperado.

Parabéns, meu amigo, por sair em busca de MAIS um beijo. Que você seja verdadeiramente feliz não só por aquilo que está buscando, mas também por aquilo que está deixando.

Sucesso, sempre!

Equipe (time@) Meu Estúdio!

Leave a Reply

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>