I’m the one: Descendents, o punk, a arte e as apresentações
DESCENDENTS

O que te faz reconhecer uma apresentação? Uma sequência de slides – independente de animações ou transições -, um vídeo, um bom discurso entregue por uma pessoa confiante e desenvolta? Tudo isso junto e misturado?

Sim. De fato, tudo o que listamos acima caracteriza uma apresentação. Mas também sabemos que  eficientes formas de comunicação existem dos mais variados jeitos, cores e tamanhos. Neste caso, vamos falar sobre algumas poucas linhas que deram origem a uma das apresentações mais célebres do hardcore/punk:

Artist-3851959-descendents_milo

 

Para quem não sabe, este bonequinho é o Milo, mascote da banda Descendents e caricatura do próprio vocalista, Milo Aukerman. A ilustração foi criada por Roger Deuerlein, colega de escola de Milo, que o retratava como o nerd da turma e, de tão simples assimilação e identificação, foi adotada posteriormente pela banda – formada em 1978 – como símbolo oficial.

A primeira vez que Milo apareceu em uma capa de disco foi em 1982, quando o Descendents lançou Milo Goes To College, álbum de estreia dos caras. É possível ver, no ombro direito do boneco, a assinatura de Jeff “Rat” Atkinson, artista que se inspirou – ou melhor, reproduziu – nas caricaturas de Deuerlein:

 

Descendents_MiloGoesToCollege

 

Em outro momento, Milo foi desenhado por outro artista: Chris Shary, desta vez para a capa do disco Cool To Be You, de 2004:

cool_cd_900

A roupa do personagem é outra, mas o desenho é o mesmo. Mas o que isso quer dizer? Quer dizer que o boneco passou (e passa!) por processos de estilização, mas não de mudança. É uma arte perene, que comunica de maneira eficiente e tem ótima assimilação do público, gerando empatia. É uma identidade. E é justamente isso o que marcas/empresas precisam fazer na hora de apresentar uma logo, um produto, uma identidade visual ou o que seja: gerar empatia e se posicionar assertivamente perante seu público.

E mais uma perguntinha: vocês sabem por que escolhemos o Milo para ilustrar este post? É porque o Descendents toca na América Latina pela primeira vez na história neste ano de 2016. Os shows acontecem na Argentina, no Brasil e no Chile no próximo mês de dezembro. Para mais informações, é só clicar AQUI. Ainda antes de encerrar, um sonzinho:

PS: se você se interessa por arte e hardcore, não deixe de conferir uma série de documentários justamente sobre o tema. AQUI você assiste ao vídeo sobre o Black Flag, AQUI sobre o Dead Kennedys e AQUI sobre o Crass. E vale a pena dar uma olhada no trabalho do brasileiro Marcatti – clica AQUI! -, quadrinista que desenvolveu artes para o Ratos de Porão.

PS²: Aqui no Meu Estúdio somos muito ecléticos quando o papo é música. Clique AQUI para  relembrar nossa playlist em homenagem ao dia do rock que rolou ano passado 😉

Leave a Reply

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>