Rio 2016 – a Olimpíada do mapping
MAPP

Se você não esteve em Marte nas últimas semanas, certamente acompanhou a abertura dos Jogos Olímpicos Rio 2016, certo?

Se sim, pôde perceber que grande parte do que acontecia no gramado do Maracanã era fruto de um recurso tecnológico muito utilizado em apresentações – sim, a gente usa bastante dentre os materiais que preparamos para nossos clientes – e já abordado aqui no blog, o mapping, que consiste em projeções para dar vida e movimento a uma performance.

Mas o interessante disso tudo é saber que não foi apenas na abertura dos Jogos que o mapping foi utilizado. Olha só:

 

Outro exemplo bacana, de antes das Olimpíadas, é o que o pessoal da NBA faz com o mapping:

O impacto visual de uma projeção feita por mapping é incrível e, ao mesmo tempo, simples dado o baixo investimento necessário para sua realização. Fernando Meirelles, Andrucha Waddington e Daniela Thomas, diretores responsáveis pela abertura dos Jogos no Rio, disseram que o orçamento utilizado para a festa foi dez vezes menor do que o montante de Londres, em 2012.

E no encerramento, que normalmente não tem todo o glamour da abertura, será que teremos mais surpresas com projeções mapeadas? A cerimônia acontece no domingo, dia 21, no mesmo Maracanã. Mas enquanto esperamos, você sabe que pode contar com a gente se precisar de uma experiência como essa para sua convenção ou evento, né? 😉

Leave a Reply

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>